sábado, junho 10, 2006

A mulher, tal como um livro, não se lê. Não se deixa ler, lê-se nela.
Vêem-se nuvens, imagens que já passaram.


Casimiro de Brito