terça-feira, maio 30, 2006

é possível que o mundo se
instale aos nossos pés
no momento em que o risco de
um fósforo se demarcar na
escuridão e o baço
clarão de luz editar os
objectos
então, invadiremos o
encanto numa profusão
de corpos e seremos uma
oferenda para o nosso
próprio esplendor

Valter Hugo Mãe