terça-feira, janeiro 31, 2006


"Fina é a pele junto dos olhos e dos lábios: puxa para ti o olhar, a longa veste de vidro, daí depende a tua vida." Jacques Izoard. Fotografia de Galvez Yvan.

segunda-feira, janeiro 30, 2006


" Veio uma figura com o séquito da Vida/ Que tinha asas do Amor e usava o seu pendão:/ Bela era a trama, e aí nobremente tecidas/ Oh, face sequestrada pela alma, a tua forma e cor!" Dante Gabiel Rossetti. Fotografia de Otto Kelemem.

sábado, janeiro 28, 2006

Post para o fim de semana:

Como não pretendo fechar a minha caixa de comentários peço o favor a quem não tem educação e ou cultura, para ficar à porta e não incomodar. Percebo, até pelo conteúdo de alguns comentários, que alguns confundem um blogue, ou a net, com a casa de banho onde onanizam traumas, complexos, taras e frustações. Aqui, não. A insistirem, como não os conheço de lado nenhum, a alguns, começo simplesmente a apagar. Boa noite e bom fim de semana.

sexta-feira, janeiro 27, 2006


" E é preciso que a sombra seja lida como se nela a própria luz falasse e dissolvesse noutra a tua face." Fernando Pinto do Amaral. Fotografia de Dominique Lefort.

quinta-feira, janeiro 26, 2006


"Contempla-me ao passar, escuta a minha voz, aproxima-te, toca-me, toca o meu corpo com a palma da tua mão, não tenhas medo do meu corpo." Walt Whitman. Fotografia de Thomas Bohnert.

quarta-feira, janeiro 25, 2006


"O silêncio é a minha voz, a minha sombra, a minha chave...sinal que se escoa de mim sem me escoar. Estende-se, expõe-se, bebe-me, consomem-me." Henri Michaux. Fotografia de Paul Bolk.

terça-feira, janeiro 24, 2006


"E já não sabe que se enredou em teu cabelo e brilhou em teus olhos, que ao mesmo tempo que as minhas mãos minuciosas, andou devgar por teu corpo." Eloy Sánchez Rosillo. Fotógrafo desconhecido.

segunda-feira, janeiro 23, 2006


"Este é o meu corpo que vai ressuscitar. Ajuda-o a sair da sepultura ardente para aquele céu que em ti tenho presente: e a sobrevida, ousada, dele há-de brotar." Rainer Maria Rilke. Fotografia de Shoshu.

sexta-feira, janeiro 20, 2006


"Após ter sido por mim beijada/Com agradecida paixão/Deixa acariciá-la esta mão, e agarrá-la depois, ousada." Paul Verlaine. Fotografia de Paul Bolk.

quinta-feira, janeiro 19, 2006


"Sem nomes nem laços, nem véu errando de olhos fechados a mulher sob a frescura do mar." Mohammed Dib. Fotografia de Lucien Clergue.

quarta-feira, janeiro 18, 2006


"E de súbito detenho-me, e olho-te nua, plena, bela, minha forma total que o amor criou no sonho, estátua levantada por minhas mãos, meus beijos."Isaac Felipe Azofeija. Fotografia de Raemond.

terça-feira, janeiro 17, 2006


"Penetro nos teus olhos. Brotas da minha boca e acordo no teu rosto claro." 'Abd Al-Wahhab Al-Bayati. Fotografia de Gerhardt Thompson.

segunda-feira, janeiro 16, 2006


"Ergues de novo as cansadas e sábias mãos tocas o vazio de muitos dias sem desejo e o amargador húmido das noites." Al Berto. Fotografia de Raemond.

domingo, janeiro 15, 2006

UM PRINCÍPIO DE CIDADANIA. E UM DEVER. MESMO AQUI.

sábado, janeiro 14, 2006


"E a face dela era toda mel na minha boca, e o corpo dela era pasto a meus olhos; os braços longos e lentos, as mãos quentes de fogo." Algernon Charles Swinburne. Fotografia de Paul Bolk.

sexta-feira, janeiro 13, 2006


"Há uma lua no meu corpo e eu não consigo ver/Uma lua e um sol/Um tambor intacto, rufando, e eu não o consigo ouvir". Kabir. Fotografia de Paul Bolk.

quinta-feira, janeiro 12, 2006


"Teus dois pequenos seios sorriem dentro da tarde. Eu de noite acendo fósforos para ver como dormem." Yánnis Kondós. Fotógrafo desconhecido.

quarta-feira, janeiro 11, 2006


"Um nome que há-de ser como são rosas, doce e flagrante prémio para os lábios; mais sereno que a minha amargura sem esperança." Eugenio Florit. Fotógrafo desconhecido.

terça-feira, janeiro 10, 2006


"Sobre o veludo reclinada a meio, olhos cerrados na volúpia doce, os braços frouxos-palpitante o seio!." Casimiro de Abreu. Fotografia de Alexandre Maller.

segunda-feira, janeiro 09, 2006


"Olhos invisíveis sulcam a sombra, penetra-me como à parede os pregos. És tu que me fitas." Ada Negri (1870-1945). Fotografia de Alain Azambuja.

sábado, janeiro 07, 2006


"Oh! Amor, beija-me até ao silêncio, antes que nenhuma palavra me valha." William Morris. Fotografia de Alexandre Maller.

sexta-feira, janeiro 06, 2006


"Me estava embriagando o licor dos seus olhares: Ora brindava a taça, ora o lábio oferecia:" Al-Mu'tamid(1040-1095). Fotografia de Anthony Indianos.

quinta-feira, janeiro 05, 2006


" A perfeição, a eternidade, a plenitude/ Escorriam da sagrada juventude dos teus membros." Sophia de Mello Breyner Andressen. Fotografia de Jean-François Jonvelle.

quarta-feira, janeiro 04, 2006


" E nos lábios gentis voz fulminante/ Vibrou, vibrou-me um raio:- o desengano". Manuel Maria de Barbosa de Bocage. Fotografia de Stephane Denizot.

terça-feira, janeiro 03, 2006


"Da embriaguez à mente, do anseio ao tormento, das lágrimas aos olhos, do fogo ao coração." Ibn Al-Arabî. Fotografia de Sally Gall.

segunda-feira, janeiro 02, 2006


"Mas de repente de seus olhos negros o vivo raio penetrou minha alma, e, retirando sua mão das minhas, seu olhar afastava." Angel María Dacarrete ( trad. José Bento). Fotógrafo desconhecido.